Entre o jardim e a horta: as flores que vão para a mesa

Atualizado: 14 de jul. de 2021




Escrito pelo botânico e Ph.D. em Fisiologia Vegetal pela Universidade de Edimburgo Gil Felippe, o livro "Entre o jardim e a horta: as flores que vão para a mesa" é uma excelente fonte de consulta sobre as flores comestíveis, com diversas receitas e curiosidades que mesclam Botânica, Gastronomia, História e Arte. A publicação inclui aquarelas da ilustradora botânica e professora de aquarela Cecília Tomasi (Instituto de Botânica de São Paulo).


Neste trabalho, o autor criou quatro categorias: as flores que se consomem todo dia; as que se consomem, mas não todo dia; as que se consomem como ervas aromáticas; e as que se consomem como decoração, para tornar os pratos mais bonitos.


A obra é um verdadeiro tratado sobre o assunto, repleta de informações a respeito de flores comestíveis e receitas culinárias de várias partes do mundo (ancestrais e modernas), que foram compiladas por Gil Felippe, abordando aspectos culturais, históricos, mitológicos e gastronômicos além das informações botânicas.


A publicação ainda abrange as bebidas que são feitas de flores e apresenta um índice de plantas tóxicas mais comuns, listadas por nome popular e científico. 


Ressaltamos que não existe regra para se identificar flores comestíveis e que muitas espécies de plantas são tóxicas e não devem ser ingeridas. Se você deseja incluir flores em suas refeições, esta publicação é uma ampla fonte de informações seguras.