top of page

Blog

Mais de 300 matérias para você descobrir a Botânica

Veja nossa seleção especial de livros sobre plantas e natureza

O abricó-de-macaco



O abricó-de-macaco (Couroupita guianensis) é uma árvore perene que ocorre em regiões tropicais nas Américas do Sul e Central, sendo nativa nos seguintes países: Brasil, Colômbia, Costa Rica, Equador, Guiana Francesa, Guiana, Panamá, Peru, Suriname e Venezuela. Segundo o projeto Flora do Brasil 2020, sua ocorrência como nativa abrange os estados do Acre, Amazonas, Pará e Goiás.


Popularmente também é conhecida por castanha-de-macaco, cuia-de-macaco, macacarecuia, amêndoa-dos-andes, amendoeira-dos-andes e coco-da-índia. Pertence à família Lecythidaceae.



Pode atingir até 35 metros de altura e se caracteriza pelas flores carnosas muito perfumadas que saem diretamente do tronco e atraem abelhas, mamangavas e outros polarizadores. As flores apresentam seis pétalas carnosas e de coloração esverdeadas, alaranjadas e avermelhadas.



Pode florescer ao longo de todo o ano, mas a floração mais intensa ocorre nos meses entre primavera e verão. As inflorescências são longas e podem atingir até 3 metros de comprimento.



Os frutos são grandes e globosos, com casca marrom e lenhosa, medindo até 25 centímetros de diâmetro e 3 quilos de peso e são alimento para primatas e outros animais. Cada fruto leva quase um ano para amadurecer e abriga entre 200 e 300 sementes e possui polpa de aspecto gelatinoso e odor forte.



É uma planta de Sol pleno que aprecia calor e umidade, cultivada pelo valor ornamental, porém com a precaução de não ser plantada em locais onde haja circulação de pessoas, devido ao peso de seus frutos.



Por: Patrícia Dijigow

802 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page