Aráceas: ótimas plantas para casas e apartamentos

Atualizado: 24 de ago. de 2021


Sempre que nos pedem indicação de espécies para quem está começando a aprender sobre cultivo de plantas em casas e apartamentos, nossa recomendação é sempre a mesma: a família botânica Araceae (ou aráceas).



As aráceas são uma família de plantas herbáceas, representadas por quase 4000 espécies e caracterizadas por ter um tipo de "flor", que na verdade é uma inflorescência, que recebe o nome de espádice: uma espiga cilíndrica de eixo carnoso (repleta de flores muito pequenas) e rodeada por uma folha modificada denominada bráctea (a espata).

Monsteras, antúrios, filodendros, lírios-da-paz, comigo-ninguém-pode, aglaonemas, pacovás, caládios e jiboias são nomes populares de algumas das representantes dessa popular família, de grande importância nos ecossistemas florestais.

Por viverem muitas vezes em habitats mais fechados e sombreados das matas, são muito comuns como plantas de interiores, pois já estão naturalmente adaptadas a ambientes de sombra ou meia-sombra.

Muitas aráceas também possuem um mecanismo capaz de eliminar o excesso de água (vejam na matéria sobre gutação - aquelas gotinhas que amanhecem nas folhas).

Espécies como filodendros, jiboias e comigo-ninguém-pode também apresentam rápido crescimento e alta capacidade de gerar mudas.

Todos esses motivos fazem dessa família, a ideal para quem está iniciando sua urban jungle - ou selva urbana.

Alertamos que é necessário cuidado em casas habitadas por animais de estimação e crianças: a maioria das espécies dessa família apresenta cristais de oxalato de cálcio e produzem substâncias químicas tóxicas que, se ingeridas, podem causar irritação nas mucosas dos animais e humanos.


Por: Patrícia Dijigow