A floração da cássia-imperial


Ilustração: Köhler, F.E., Köhler’s Medizinal Pflanzen (1883-1914) Med.-Pfl. vol. 4 (1914)

A cássia-imperial (Cassia fistula) também conhecida como chuva-de-ouro (não tem relação com as orquídeas de mesmo nome popular) é uma árvore da família Fabaceae, originária do sudeste asiático e muito popular na arborização urbana pelo seu rápido crescimento,  resistência ao frio e por não apresentar raízes agressivas.


É cultivada como planta ornamental em diversas regiões do mundo de clima tropical e subtropical, sempre ao sol pleno, em solo fértil e com regas regulares.


Pode atingir até 10 metros de altura e apresenta copa de formato arredondado. Suas folhas são compostas, pinadas e alternas, formadas por 4 a 8 pares de folíolos.


A floração tem início em dezembro e se estende até o mês de abril, com vistosas inflorescências pendentes e longas, que medem aproximadamente 30 centímetros de comprimento, agrupando uma grande quantidade de flores amarelas. As flores são pentâmeras, melíferas e comestíveis.


A frutificação é uma vagem que abriga até 100 sementes e que surge entre os meses de setembro a novembro.


É muito popular na Medicina Ayurveda, mas  também apresenta propriedades tóxicas, principalmente na mucilagem das sementes e alta concentração de tanino na casca.



Por: Patrícia Dijigow


<