top of page

Blog

Mais de 300 matérias para você descobrir a Botânica

Veja nossa seleção especial de livros sobre plantas e natureza

Estrelítzia: a flor-do-paraíso



A Strelitzia reginae é popularmente conhecida por estrelícia, estrelítzia, ave-do-paraíso, bico-de-pássaro, flor-do-paraíso ou bananeira-rainha e pertence à família botânica Strelitziaceae - a mesma família da árvore-do-viajante (Ravenala madagascariensis).


É uma planta herbácea, perene e originária da África do Sul, muito popular em jardins tropicais e subtropicais do mundo e apreciada pela beleza e longa duração das suas grandes inflorescências que apresentam tons vibrantes de laranja e azul. É muito visitada por beija-flores.



Existe uma variedade que apresenta inflorescências de cores amarelas, que é popularmente conhecida como ”Ouro de Mandela”, em homenagem a Nelson Mandela. Na foto abaixo, a variedade "Mandela's Gold".



A estrelítzia pode crescer até 1,8 metros de altura e possui folhas rígidas, coriáceas, grandes e ovaladas com longos pecíolos.


Foi nomeada em homenagem à rainha Sofia Carlota de Mecklemburgo-Strelitz, esposa do rei Jorge III de Inglaterra.


No paisagismo é uma planta de destaque, seja solitária ou em grupos, cultivada a sol pleno ou meia sombra. Pela longa duração de suas hastes florais, é uma planta muito requisitada para montagem de arranjos florais.



O solo para seu cultivo deve ser rico em matéria orgânica, bem drenado e regado com frequência regular. A multiplicação pode ser feita por sementes ou mais comumente, por divisão das touceiras.



Por: Patrícia Dijigow







1.139 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commenti


I commenti sono stati disattivati.
bottom of page