top of page

Blog

Mais de 300 matérias para você descobrir a Botânica

Lanterninha: uma planta nativa




A lanterninha (Callianthe striata) é uma planta de porte arbustivo e semi-lenhoso pertencente à família Malvaceae, nativa e endêmica do Brasil. Pode ser encontrada na Floresta Ombrófila da Mata Atlântica nos Estados de São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.


Recentes estudos filogenéticos revelaram que esta espécie (anteriormente identificada como Abutilon striatum) pertence ao gênero Callianthe, e a espécie passou a se chamar Callianthe striata - nome atual, correto e aceito.


Popularmente, a planta recebe diversos nomes como sininho, campainha, lanterna-chinesa, lanterna-japonesa ou abutilon, dependendo da região.


É muito cultivada em diversos países da América do Sul pelo seu valor ornamental em parques e jardins e pode atingir até três metros de altura. Apresenta ramos recurvados e bem flexíveis, com folhas simples e profundamente recortadas.


A floração acontece nos meses mais quentes e atrai beija-flores. Suas flores são pendentes e sustentadas por um pedúnculo, com pétalas alaranjadas e nervuras de cor vermelha intensa.


Deve ser cultivada a sol pleno e em solo rico em matéria orgânica. Exige regas regulares e podas anuais. A lanterna-chinesa pode ser multiplicada por estaquia e costuma resistir bem ao frio e geadas.



Por: Patrícia Dijigow


1.095 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Commenting has been turned off.

Veja nossa seleção especial de livros e gravuras

bottom of page