Malvaceae: a família dos hibiscos, paineiras e baobás


Hibiscus rosa-sinensis


As plantas da família Malvaceae são frequentemente encontradas na arborização urbana e paisagismo. Nela estão plantas muito populares como os hibiscos, malvaviscos, paineiras, baobás, embiruçu, cacaueiro, cupuaçu, monguba e pente-de-macaco.


É representada por aproximadamente 4.200 espécies distribuídas em 250 gêneros, e encontradas predominantemente nas regiões tropicais do planeta. No Brasil, apresenta 765 espécies em 70 gêneros. Conheça alguns representantes dessa família:


Conhecido popularmente por mimo-de-vênus, hibisco ou graxa-de-estudante, o Hibiscus rosa-sinensis é um arbusto lenhoso que atinge entre 2,5 e 5 metros de altura, originário da Ásia tropical e do Havaí, onde é considerado a flor símbolo.


Foi muito difundido no mundo em função de seu valor ornamental, apresenta mais de 5.000 variedades, com flores grandes ou pequenas, sempre solitárias e geralmente vermelhas, alaranjadas e amarelas. As pétalas podem ser lisas ou crespas. As folhas brilhantes, podem ser largas ou estreitas, variegadas ou não.


A espécie é muito cultivada no Brasil e muito presente na arborização de ruas com sucesso devido seu rápido crescimento, assim como no paisagismo de jardins, praças e como cerca viva. Deve ser cultivada em pleno sol e não tolera geadas, suportando sombreamento parcial.


Seu binômio foi criado por Carl Linnaeus em sua obra Species Plantarum, em 1753. O termo "rosa-sinensis" e