Rosa mosqueta




A rosa mosqueta (Rosa rubiginosa) é uma planta da família Rosaceae, de origem europeia e amplamente cultivada em clima frio e temperado. Atinge até 3 metros de altura e é uma das plantas ornamentais mais conhecidas do mundo.


Foi introduzida nos Andes por colonizadores espanhóis, devido a semelhança de clima e onde hoje em dia suas principais plantações são encontradas principalmente no Chile. Também foi introduzida na Austrália, sul da África, Estados Unidos e Canadá.


Suas propriedades regeneradoras são muito utilizadas na fabricação de cosméticos e conhecidas da medicina natural, para suavização de estrias, prevenção de linhas de expressão, cicatrização e amenizar manchas e queimaduras. Seu óleo vegetal é obtido a partir da prensagem a frio das sementes.


Os óleos vegetais prensados a frio são extraídos de sementes de frutos como amêndoas, argan, uva, damasco, maracujá e da rosa-mosqueta, por exemplo. São chamados de óleos carreadores ou fixos, de textura densa e em geral possuem aroma leve, sendo utilizados como veículo de diluição dos óleos essenciais.



A prensagem a frio é um método de extração que consiste em prensar as sementes contidas no fruto. O óleo obtido nesta prensagem é filtrado e engarrafado. Alguns ainda passam por um processo de desodorização, que é realizado a baixas temperaturas, preservando as propriedades terapêuticas como de regeneração, hidratação e nutrição da pele.