top of page

Blog

Mais de 300 matérias para você descobrir a Botânica

Veja nossa seleção especial de livros sobre plantas e natureza

Pau-d'alho: a árvore símbolo de Guararema


Exemplar bicentenário de pau-d'alho, localizado no município de Guararema. Foto: Patrícia Dijigow

O pau-d'alho (Gallesia intergrifolia), também conhecido por ibirarema, guararema, guarema, pau-de-mau-cheiro ou ubaeté, é uma árvore pioneira de grande porte da família Petiveriaceae (*). Suas folhas exalam forte aroma de alho, principalmente em condições de chuva ou alta umidade.


Pode atingir até 40 metros de altura e medir entre 70 e 140 centímetros de diâmetro de tronco. A casca é de cor acinzentada com a presença de ritidomas lenticelados horizontais. As folhas são coriáceas e glabras, de formato obovado. As pequenas flores surgem entre os meses de fevereiro e abril, reunidas em panículas terminais. Os frutos amadurecem entre setembro e outubro e são do tipo sâmara: possuem ala membranosa que dispersam a única semente por ação do vento.


Na medicina popular, são empregadas as raízes, casca e folhas em casos de reumatismo e úlceras. As folhas são utilizadas como tempero na culinária e para combater gripes. Repleta de propriedades medicinais, a espécie também é comum para a fabricação da sabão, a partir de suas cinzas, cosméticos para a pele e produtos capilares, como repelente de insetos e ácaros, confecção de barcos caixotes e fósforos além de seu potencial paisagístico para parques e jardins e por seu rápido crescimento, na sucessão ecológica, na recuperação de áreas degradadas.

Ilustração: Martius, C.F.P. von, Eichler, A.G., Urban, I., Flora Brasiliensis (1840-1906) Fl. Bras. - vol. 14(2)

Nativa do Brasil, Peru, Colômbia e Equador, a espécie pode ser encontrada em florestas tropicais atlânticas e florestas estacionais semideciduais, em solos férteis e úmidos.


As comunidades indígenas tupi chamam a árvore de gwra'rema, em referência ao seu aroma. A abundante presença da árvore na região, deu origem ao nome do vilarejo (e hoje município) de Guararema, situado no Vale do Paraíba, no Estado do São Paulo. O Parque Recanto do Américo, um dos cartões postais de Guararema, abriga um exemplar bicentenário da espécie, com mais de 30 metros de altura, considerado um dos símbolos da cidade.


O pau-d'alho bicentenário do Parque Recanto do Américo, em Guararema. Fotos: Patrícia Dijigow



(*) Estudos cromossômicos e de distribuição para os gêneros de Phytolaccaceae (que abrigava o gênero Gallesia) indicam que a família é polifilética e passa por reclassificação. A família Petiveriaceae engloba os gêneros Gallesia, Hilleria, Ledenbergia, Monococcus, Petiveria, Rivina, Schindleria, Seguieria e Trichostigma.



Confira mais curiosidades sobre o pau-d'alho no episódio abaixo de Um Pé de quê?

Por: Patrícia Dijigow

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page