A origem da Primavera

A primavera é a estação do ano associada ao florescimento, iniciada no hemisfério Sul no equinócio de setembro, com fim no solstício de dezembro (primavera austral). Já no hemisfério norte, a primavera tem início no equinócio de março e termina no solstício de junho (primavera boreal). 


O equinócio é definido pela Astronomia como o instante em que o Sol, em sua órbita aparente (vista da Terra), cruza o equador celeste (a linha do equador terrestre projetada na esfera celeste), fazendo com que ambos os hemisférios da Terra sejam igualmente iluminados pelo Sol. A palavra “equinócio” em latim traz esse significado: "aequus" (igual) e "nox" (noite).


Floração dos Ipês-amarelos em São Paulo (Foto: Patty Dijigov)

As estações do ano existem devido o eixo da Terra e de suas propriedades: sua inclinação com relação à órbita que a Terra realiza ao redor do Sol e a posição apontada pelo eixo, que mantém sempre a mesma posição. Com isso, enquanto um hemisfério apresenta um ciclo de dias mais longos que as noites, o outro hemisfério apresenta um ciclo de noites mais longas que o dia. Nos equinócios, esses períodos são igualados.


A observação desses ciclos sazonais gerou a necessidade de se dividir o tempo e realizar a contagem das repetições que acontecem na natureza. Esse acompanhamento dos ciclos foi  fundamental para que os seres humanos pudessem prever as épocas de chuva, plantio e colheita e aprimorar a produção e estocagem de alimentos.



A contagem do tempo pelos primeiros povos eram baseados nos movimentos do sol e da lua. O modo como o tempo passou a ser contado também se diferenciou ao longo das civilizações. Diversos calendários foram criados, alguns exclusivamente lunares, outros lunissolares (baseados nos movimentos do sol e da lua, no segundo caso). No mundo ocidental o uso do calendário solar também traz resquícios do antigo calendário lunar, porque os 12 meses são originários das lunações. 


A palavra primavera é derivada do latim "primo vere" e significa "primeiro verão". No passado, o ano era dividido em dois períodos: a estação mais quente, celebrada pelo florescimento e a estação mais fria, celebrada pela colheita.



A chegada da primavera originou diversos festivais que comemoravam a fertilidade do solo, que ao longo do tempo foram transformadas em festas religiosas e comerciais.

Somente a partir do século XVII, o ano passou a ser dividido em quatro estações: a primavera (princípio da boa estação), o verão (tempo da frutificação), o outono (tempo de ocaso) e o inverno (tempo de hibernar).


As condições climáticas no hemisfério norte fazem com que as quatro estações sejam muito bem marcadas, o que não acontece com a mesma precisão nos Estados do norte e nordeste do Brasil, que são mais caracterizados por dois grandes períodos: chuva e seca.


Neste ano, a Primavera se iniciou às 10h31 de 22 de setembro no hemisfério sul. Desejamos que o brotar da estação venha acompanhado de um novo olhar e consciência para as necessidades do planeta e de valorizarmos esse tempo que lentamente aprendemos a contar e celebrar seus ciclos.



#primavera #natureza #equinocio #flores #ciclos

105 visualizações
Escola_de_Botanica_logo_branco.png

E-mail de contato

contato@escoladebotanica.com.br

Redes sociais

  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube

Atendimento

A Escola de Botânica está fechada durante a quarentena. Estamos trabalhando em casa e para falar conosco entre em contato através do

e-mail flores@escoladebotanica.com.br

Atendimento por e-mail de segunda a sexta.

Endereço

Rua Fortunato, 125, Santa Cecília

CEP: 01224-030 • São Paulo • SP

A Escola de Botânica está temporariamente fechada devido a pandemia. Estamos trabalhando em casa. Entre em contato conosco através do e-mail ou pelas redes sociais. Atendimento de segunda a sexta.

Copyright© 2020 por Escola de Botânica • CNPJ: 26.797.455/0001-73