Fotoperíodo e fotoperiodismo


O morangueiro é um exemplo de planta de dias curtos.

O fotoperíodo é definido como a duração do dia em relação à noite em um período de 24 horas, sendo um fator que exerce influência sobre a floração de muitas plantas. A resposta biológica das plantas ao fotoperíodo recebe o nome de fotoperiodismo e as plantas que apresentam essa reação são chamadas de fotoperiódicas.


As primeiras explicações sobre o fotoperiodismo datam do início do século XX, com os estudos realizados pelos pesquisadores Wightman Wells Garner e Harry Ardell Allard, do Departamento de Agricultura dos EUA.


Ao investigarem uma espécie de soja e outra de tabaco, eles verificaram que a floração ocorre apenas quando o período de luz do dia é inferior a um determinado número de horas. O estudo de outras espécies levou a uma classificação das plantas em três tipos quanto ao comportamento de floração:


- Plantas de dias curtos: florescem quando o período iluminado tem duração menor que um determinado número de horas (fotoperíodo crítico). Entre elas estão as plantas que florescem no início do outono ou da primavera, como o morangueiro (foto), alguns crisântemos e prímulas.


À esquerda, floração do morangueiro e à direita, as inflorescências do crisântemo.