Polinizadores: agentes fundamentais para a Vida

Atualizado: 14 de jul. de 2021


Um dos eventos mais fascinantes do ciclo de vida de muitas plantas é a polinização. Nas plantas com flores (angiospermas), a transferência do pólen para o óvulo das flores é popularmente associada a animais polinizadores, como abelhas, borboletas, besouros, aves e morcegos.


Não há encontro direto entre o pólen e o óvulo: as flores possuem uma estrutura receptiva no pistilo (o estigma), onde o grão de pólen se fixa e inicia o desenvolvimento do tubo polínico até se conectar ao óvulo.

Polinização por besouros: cantarofilia
Polinização por besouros: cantarofilia

Mas evolutivamente, quando há cerca de 400 milhões de anos emergiram nessa história as primeiras plantas com grãos de pólen, a Terra não era habitada por insetos coletores que pudessem realizar essa função. Entre as chamadas gimnospermas (grupo de plantas que abrange os pinheiros, cicas, ciprestes e araucárias por exemplo), a polinização é até hoje para a grande maioria delas, feita pelo vento.